Feeds:
Posts
Comentários

Archive for junho \16\UTC 2010

De janeiro a abril, 330 mil brasileiros desembarcaram no país vizinho.
Turismo representa atualmente 7,7% do PIB argentino.

Agencia Estado

imprimir

Depois dos efeitos da gripe suína em 2009, que afastaram os brasileiros da Argentina, a língua portuguesa voltou a ser corrente nas ruas de Buenos Aires. No primeiro quadrimestre no ano, 330 mil brasileiros desembarcaram no país vizinho, 50% a mais que em igual período do ano passado, conforme dados da Secretaria de Turismo da Nação, que agora tem como meta, em suas novas campanhas, atrair parte dos 27 milhões de brasileiros que ingressaram na classe média.

Somente em maio, dos 190 mil visitantes do exterior que desembarcaram nos aeroportos Internacional de Ezeiza e Aeroparque Jorge Newbery da cidade de Buenos Aires, 59.432 foram brasileiros, o que representou um incremento de 32% comparado com igual mês do ano passado. O setor experimentou um incremento total de 18% no mês passado. No acumulado do ano, o turismo estrangeiro deve gerar uma receita acima de US$ 4 bilhões neste ano, uma cifra similar à de 2008.

Grande parte desse valor será movimentada pelos brasileiros. Para driblar o impacto da crise na Europa, a Argentina aposta suas fichas nos vizinhos e estima receber a visita de um milhão de brasileiros até o fim deste ano. “Desde o ano passado estamos redirecionando para a América do Sul a campanha que estava planejada para Espanha e Inglaterra. Com isso, esperamos um fluxo de um milhão de brasileiros”, disse o secretário de Turismo, Enrique Meyer.

O enfoque foi colocado no Brasil devido a uma pesquisa sobre as boas projeções de crescimento econômico, segundo explicou. A Secretaria de Turismo quer atrair parte dos 27 milhões de brasileiros que passaram a fazer parte da classe média. O lema é para que a primeira viagem desses brasileiros ao exterior seja à Argentina. O turismo representa atualmente 7,7% do PIB argentino e o objetivo do governo é aumentar essa fatia para 10%.

 Fonte: G1!

Anúncios

Read Full Post »

Os emails dos amigos argentinos já lotam a caixa de entrada… a estréia da seleção na África do Sul foi horrível. O primeiro tempo foi lamentável. O Kaká conseguiu errar praticamente todos os passes que fez. O Luís Fabiano não fez nada. A melhor defesa do campeonato (segundo os comentaristas da Globo) conseguiram nas únicas 2 vezes que a Coréia atacou, permitir um gol e deixar o atacante coreano errar um chute.

Se salvaram o Robinho, o Maicon e o Michel Bastos (isso mesmo!)

Tem que melhorar muito para chegar até às quartas!

Read Full Post »

O Aquela Viagem divulgou e muitos já conferiram a promoção saindo de São Paulo para Barcelona (Apd U$ 311) e Madrid (Apd U$ 345), pela Qatar Airways, com conexão em Doha. O Decolar.com também está vendendo as passagens e dividindo em 5 x sem juros.

Os preços são de ida e volta e com taxas incluídas!

Não são reembonsáveis e existem várias restrições!

Compre a sua!

Viajar no Brasil está muito mais caro!

Abs,

Read Full Post »

As duas companhias aéreas começam a operar em dois meses no Aeroporto Internacional JK, com voos para Lima, capital peruana, e Campinas, em São Paulo Helena Mader Publicação: 04/06/2010 08:30 As opções de voos para cidades brasileiras e para o exterior a partir de Brasília vão aumentar, o que deve ajudar a reduzir os preços das passagens e a aumentar o conforto dos passageiros. A companhia aérea Azul começa a operar no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek a partir de 2 de agosto, com três voos diários para Campinas, no estado de São Paulo. Para quem gosta de viajar para outros países, a novidade é o voo direto que vai ligar Brasília a Lima, capital do Peru. A viagem inaugural está marcada para 1º de agosto. No caso dos voos da Azul, as passagens já estão à venda com preços promocionais. A principal oferta da companhia são as viagens com destino ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, cujos bilhetes custam a partir de R$ 129. A empresa oferece ônibus executivos grátis de lá até três locais da capital paulista e da Grande São Paulo, além de cinco cidades do interior do estado. A partir de Campinas, também há conexão para 18 outras cidades brasileiras no Nordeste, noCentro-Oeste, no Sul e no Sudeste. A Azul está no mercado brasileiro desde dezembro de 2008. O lançamento dos voos com destino a Brasília faz parte da estratégia da companhia, que quer usar a capital federal como centro distribuidor. Até o fim do ano, a empresa vai comprar seis novas aeronaves(1), a um custo de US$ 30 milhões cada uma. Com todos esses investimentos e com o início dos voos com saída e chegada em Brasília, a expectativa é que o número de passageiros transportados aumente de 2,2 milhões em 2009 para 4 milhões até o fim de 2010. No Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, as operações da Azul serão realizadas no terminal 2. Já os voos com destino a Lima, operados pela empresa Lan, vão sair de Brasília três vezes por semana — às terças, às quintas e aos domingos. O voo vai partir da capital federal às 8h30 e chegará à capital peruana às 11h05. Na volta, sairá de Lima à 0h50, aterrisando em Brasília às 7h05. Além de melhorar a vida dos turistas com destino ao Peru, a nova rota também vai facilitar as viagens com destino a países da América Central e da América do Norte. A partir de Lima, os passageiros terão à disposição conexões para Cidade do México e Cancun, no México; Punta Cana, na República Dominicana; e Miami, nos Estados Unidos. Os novos voos e a chegada de mais companhias aéreas ao aeroporto de Brasília agradaram aos passageiros. O servidor público Thiago Machado, 27 anos, diz que os consumidores terão mais opções de horários e serviços com as operações da Azul. “Não sei se os preços vão baixar muito, porque tem muita procura por bilhetes aéreos na cidade. Mas teremos certamente mais opções de voos e a possibilidade de viajar com maior conforto, já que a Azul tem uma distância maior entre as poltronas”, comentou Thiago. A professora Simone Lopes, 31 anos, viaja com frequência à capital paulista e diz que não se importaria em descer em Campinas, caso a companhia oferecesse bilhetes mais baratos. “Acho que a concorrência maior é positiva para os passageiros e pode contribuir para reduzir os preços. Hoje, não temos muitas opções”, diz Simone. Já o servidor público Hércules Porto, 30 anos, diz que a maior oferta de voos internacionais em Brasília é importante por conta da Copa do Mundo de 2014. “É bom que esse leque de ofertas se abra cada vez mais”, diz Hércules. Para o analista de marketing Lúcio Delgado, 26 anos, os voos diretos para Lima vão trazer mais conforto. “É muito cansativo ter que passar sempre por São Paulo ou pelo Rio de Janeiro nas viagens internacionais. Quanto mais voos diretos saindo de Brasília forem criados, melhor para os passageiros”, finaliza Lúcio. Hoje, existem voos internacionais diretos saindo de Brasília com destino a Lisboa, em Portugal, e Atlanta, nos Estados Unidos. A procura pelos voos é grande e as aeronaves quase sempre decolam lotadas. Só nos voos para Lisboa, operados pela TAP, foram transportados, em média, 10 mil passageiros por mês no ano passado. Os voos da Delta Arlines para Atlanta têm capacidade para transportar 170 passageiros cada. 1 – Espaço A Azul opera com aeronaves da Embraer, que têm 106 ou 118 lugares cada uma. A configuração das poltronas no avião é diferenciada, já que a empresa decidiu abolir as poltronas do meio, oferecendo apenas as opções de janela e corredor. O espaço entre as cadeiras também é maior: 86cm nas cinco primeiras fileiras e 79cm nas demais.

Fonte: Correioweb.

Read Full Post »

Na semana passada viajei com minha família para o sul do país. Na ida fiz uma conexão em SP. E na volta, o vôo foi direto. Em todos os trechos, a TAM serviu exatamente o mesmo “lanche” (2 torradas, 1 geléia, 1 polenguinho e 1 cookie). Quem aguenta viajar por 4 horas, pagar o valor que é (sem qualquer promoção) e ainda ser obrigado a comer aquela única opção de comida?!

A TAM está cada dia pior!

Em breve deve começar a fazer igual a GOL, cobrar pelo misto quente. Acho que até pagaria os R$ 10, pois aquela geléia de 5a Categoria e a torrada seca…

Read Full Post »